Recomendações da Haloterapia

A haloterapia é especialmente recomendada a:

• Atletas / Desportistas
Os atletas não são imunes a doenças respiratórias e condições pulmonares, que podem reduzir em muito o desempenho desportivo. A haloterapia contribui para um melhor desempenho, através da optimização de padrões de respiração, aumentando a capacidade pulmonar. Através da inalação de micro partículas de sal e sais minerais, as impurezas serão removidas eo sistema imunitário rejuvenesce.

 

• Fumadores
Um estudo de 2006 comprovou que a inalação de sal melhorou os sintomas relacionadas com o hábito de fumar, como tosse e produção de muco. O sal funciona como agente mucolítico tonando o muco (catarro), residente nos pulmões, menos espesso, facilitando a sua eliminação.

 

• Crianças
Também os mais pequenos poderão beneficiar da haloterapia, nomeadamente aquelas que sofrem de problemas respiratórios como a asma ou no alívio de alergias.

 

Evite se...
No entanto, a haloterapia deverá ser evitada durante a fase aguda ou de qualquer doença contagiosa: constipações, gripes, infeções acompanhadas de febre, tuberculose ativa aguda, insuficiência cardíaca, terceira fase de doença pulmonar obstrutiva crónica, sangramento ou vestígios de sangue na saliva, intoxicação por álcool ou drogas, hipertensão instável ou não controlada, e estágios agudos de doenças respiratórias.